O tema como fazer iscas artificiais é muito complexo devido à grande quantidade de peixes que podemos encontrar em nosso país. Por tal motivo vamos destacar as iscas artificiais para lambari, pois trata-se de um peixe que pode ser encontrado em na maioria dos rios, lagos, lagoas açudes e riachos.

Os materiais utilizados são: anzóis, miçangas, cortiça, fio de lã, cola instantânea, e linha de costura.

O primeiro modelo é muito simples. Pegue três ou cinco anzóis pequenos e insira uma ou duas miçangas em cada um deles. Devido ao tamanho do anzol coloque a miçanga em sentido contrário da fisga, (pegue o buraco onde a linha é amarrada no anzol e o insira no buraco da miçanga) assim as miçangas não sairão do anzol. Após inserir a miçanga amarre o anzol na linha. Faça um chicote com três ou cinco anzóis, isso facilitará a pesca dos lambaris.

O segundo modelo é o de cortiça. Pegue três ou cinco anzóis novamente e fisgue pequenos pedaços ou bolinhas de cortiça nos anzóis como se fossem iscas naturais. Para fazer as iscas retire pequenas lascas de cortiça com um estilete ou faca bem afiada. Com os mesmos instrumentos, faça a modelagem da cortiça da maneira que preferir. Monte um chicote com os anzóis.

 

 

O terceiro modelo é o de lã. Utilize as mesmas quantidades de anzóis mencionadas acima. Corte pedaços de lã com aproximadamente 2 centímetros. Prenda dois pedaços de lã na “perna” do anzol, colocando um em cada lado do anzol. Em seguida, amarre com a linha de costura (de cerca de 10 a 15 voltas de linha no anzol) e por fim coloque um pingo de cola para fixar a linha de costura. Feito isso desfie a lã e corte o pedaço que exceder o tamanho do anzol. Faça o mesmo chicote de anzóis.

Veja abaixo algumas imagens das iscas. Boa pesca!