Para quem está iniciando o cultivo de orquídeas, confira logo abaixo algumas informações e cuidados de como fazer mudas de orquídeasdicas.

As orquídeas são plantas de crescimento e desenvolvimento lento, e por isso, muitos cuidados devem ser tomados na hora de tirar uma muda do vaso ou de qualquer outro lugar em que ela esteja vegetando.

O principal aspecto é saber se a planta está pronta para sofrer manuseios.

O ideal é sempre retirar mudas de plantas adultas e fortalecidas.

Para isso, é necessário observar a quantidade de bulbos e o tamanho da planta.

Uma planta adulta apta a dar mudas deve possuir pelo menos 10 bulbos grandes e vistosos.

Um boa época (particularmente) é de um a dois meses após o término da floração, pois nesta fase a planta não sofrerá muitos danos.

Para tirar uma muda, escolha os quatro últimos bulbos e retire os com cuidado e sem quebra-los ou separá-los. Jamais os bulbos poderão ser separados de forma unitária.

 

 

Muito cuidado deve ser tomado para não danificar as raízes da muda e da planta matriz, pois elas são de grande importância para uma vegetação e um desenvolvimento saudável.

Após realizar o corte passe um pouco de canela em pó no local para acelerar a cicatrização da muda e da planta matriz.

Também é muito importante realizar o corte com um material esterilizado no fogo, evitando assim o surgimento de fungos ou bactérias.

A muda da orquídea deverá ser plantada em um vaso próprio para orquídeas com o substrato adequado para a espécie.

Passado um certo período a planta já começará a brotar os novos bulbos que será os responsáveis pelas próximas florações.

Estes são os principais cuidados e a maneira mais simples de como fazer mudas de orquídeas.