O concurso para Juiz e as inscrições dos interessados seguem as formalidades previstas no edital do concurso.

O juiz de direito é um membro do poder judiciário que tem a responsabilidade de julgar os processos ou demandas judiciais.

Não há processo judicial que não seja presidido por um juiz de direito, pois cabe proferir sentenças, solucionar o litígio, homologar os acordos feitos entre as partes, expedir alvarás ou mandados etc.

Além desses atos todo juiz de direito deve prevenir ou reprimir qualquer ato contrário á dignidade da Justiça.

Assim como todas as áreas ligadas ao direito, para ser um juiz é necessário ter gosto pela leitura, dedicar-se diariamente aos estudos das leis, doutrinas e jurisprudências (que são as decisões reiteradas dos Tribunais).

Para poder ser um juiz, além da aprovação no concurso é necessário ter concluído o curso de direito e possuir pelo menos três anos de atividade jurídica, conforme estabelece a Constituição Federal.

 

 

A rotina diária de um juiz consiste em examinar processos, proferir despachos, presidir audiências, expedir mandados, alvarás e proferir sentenças.

As esferas de atuação de um juiz de direito consistem em: Justiça Estadual, Justiça Federal, Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral e Justiça Militar.

Há também os tribunais superiores que são compostos pelos Desembargadores e Ministros que formam a cúpula do Poder Judiciário.

Os concursos para ingressar na magistratura são compostos por três fases sendo uma prova de questões objetivas de múltipla escolha, uma prova com questões subjetivas e escritas e um exame oral onde o candidato é questionado sobre diversos temas do direito.