Para quem deseja aprender um pouco mais sobre Gramática, confira logo mais algumas informações sobre o tema denotação conotaçãoexemplos.

Na denotação o uso da palavra ocorre em seu sentido próprio, ou seja, a palavra representa o seu significado na essência.

Exemplos: a panela está quente, ontem fez frio, o carro quebrou etc.

Já na conotação há o emprego da palavra no sentido figurado, e não na essência como ocorre na denotação.

Exemplos: a dança é quente, aquele homem é frio, a empresa quebrou etc.

Observe que no primeiro exemplo a palavra quente traz a ideia de agito, ou seja, essa dança é agitada.

No segundo exemplo, o homem frio é um homem insensível.

Já no ultimo exemplo, a empresa faliu.

O uso da linguagem denotativa ocorre no cotidiano das pessoas para que elas se comuniquem; também é muito utilizada nas linguagens científicas e objetivas para demonstrar o sentido real das coisas ao leitor ou destinatário.

Exemplo: o cérebro fica localizado na cabeça, mais precisamente no interior crânio humano.

Observe que a mensagem foi passada de forma clara e objetiva.

 

 

Já a linguagem conotativa é uma linguagem literária que é muito utilizada em anúncios, propagandas, revistas, jornais, pois a informação é passada no sentido figurado.

Exemplo: o cérebro daquela operação policial foi o Delegado Fulano que é um crânio em crimes virtuais.

Note-se que neste exemplo as palavras “cérebro” e “crânio” foram colocadas no ligar de “chefe ou comandante” e de “especialista ou craque”.

Neste exemplo, o sentido figurado esteve presente em duas colocações e pode ter sido facilmente identificado através de uma análise subjetiva do leitor.