Para quem ainda não conhece ou não sabe ao certo a gravidade de dirigir um veículo automotor sob a influência de bebida alcoólica confira adiante algumas informações sobre embriaguez no volante – crime.

O Crime de embriaguez no volante está tipificado no artigo 306 do Código de Transito Brasileiro e prevê uma pena de 06 (seis) meses a 03 (três) anos de detenção, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou habilitação para dirigir veículo automotor.

O crime ocorre com a efetiva condução do veículo após o consumo de bebida alcoólica que acarrete uma concentração de no mínimo 6 (seis) decigramas por litro de sangue.

Dependendo do metabolismo, peso e condições físicas da pessoa referida quantia de álcool no sangue pode aparecer após o consumo de apenas uma lata de cerveja.

 

 

Qualquer pessoa pode praticar o crime de embriaguez no volante, independente da idade bastando conduzir o veículo em estado de embriaguez.

Há uma série de dúvidas quanto aos métodos utilizados para se apurar o estado de embriaguez do indivíduo.

Os três métodos existentes são: etilômetro (bafômetro), exame mediante coleta de sangue e exame clinico médico.

Os dois primeiros métodos não geram nenhuma duvida quanto a existência do crime, pois através do bafômetro do exame de sangue é possível apurar com certeza a quantidade de álcool acumulada no sangue do averiguado.

Já o segundo método gera controvérsias, pois através de um simples exame médico não é possível auferir a quantidade de álcool existente no sangue do condutor conforme manda a lei.