O turbo-compressor conhecido apenas como turbo foi criado pelo famoso engenheiro Alfred Buchi no ano de 1905 e utilizado somente em 1920 nas locomotivas com motor diesel. Com o passar do tempo o turbo passou a ser muito utilizado para aumentar a potência dos automóveis urbanos. Confira neste artigo fotos de carros turbinados.

Na história do automobilismo a marca Renault foi a primeira a utilizar o turbo-compressor que ocorreu no ano de 1077 em um carro de Fórmula 1. No entanto, a utilização das turbinas foi proibida pela FIA  em 1989.

O motor turbo trabalha com uma quantidade excessiva de massa de ar que é aspirado através do sistema de admissão.

O turbo comprime o ar antes dele ser admitido pelo motor que consequentemente, ao aspirá-lo, gerara uma maior explosão e queima de combustível ocasionando o aumento da potência do motor.

A turbina é acionada através dos gases de escape do motor, resumidamente o gás que sai é reutilizado para girar a turbina e comprimir o ar que será reutilizado, sendo novamente “empurrado para o motor” gerando uma compressão que resultará em um aumento de potencia.

 

 

Evidentemente que o consumo de combustível também aumenta, mas proporcionalmente, quando comparado com o ganho de potencia, o consumo é considerado baixo e compensatório.

Alguns carros saem com o turbo-compressor original de fábrica. No entanto, diversos proprietários de veículos aspirados acabam instalando um kit turbo em seu veículo e conseguem dobrar, triplicar a potencia do veículo sem alterar as peças originais do motor, com exceção da instalação do turbo.

Também é muito comum a realização de “provas de arrancadas” que envolvem os carros turbinados. Entretanto tais eventos devem ser autorizados e realizados em locais adequados para não gerar o crime de “racha”, punível pelo nosso ordenamento jurídico.