Grande parte das orquídeas acabam se tornando raras pela destruição de seus habitats através de queimadas, desmatamentos e exploração de atividades agrícolas ou através da coleta ilegal das plantas que é realizada pelos comerciantes que retiram as orquídeas de seu ambiente natural e as levam para o mercado de forma ilegal. Confira adiante algumas orquídeas rarasimagens.

Dentre as diversas espécies que já podem ser consideradas raras podemos citar a espécies denominadas de Cypripedium que vegetavam no continente europeu. Elas tornaram-se raras devido ao grande comércio da planta que era utilizado como enfeite e decoração de festas.

Essa cena se repete no mundo inteiro e existem diversas espécies de orquídeas que estão ficando escassas pela destruição de seus habitats naturais, como, por exemplo, as Paphiopedilum no continente asiático. Em Singapura a Phalaenopsis amboinensis alba só é encontrada nos orquidários de grandes colecionadores ou em laboratórios de reprodução.

 

 

Já na Alemanha a orquídea Ophrys sphegodes que possui as pétalas amarelas e vermelhas também já não são muito comuns de ser encontradas na natureza onde costumavam a vegetar.

No Brasil as Phragmipedium estão correndo sérios riscos de extinção devido ao devastamento de seu habitat que vem ocorrendo para o cultivo de soja, cana de açúcar e outras lavouras, pois tal espécie vegeta em campo aberto.

Temos também a Cattleya walkeriana que era muito comum em Goiás, mas devido ao grande índice de desmatamento que ocorre na região ela já não é encontrada com muita facilidade. Na mesma situação encontra-se a Cattleya nobilior que está desaparecendo dos ambientes naturais.

Confira abaixo algumas imagens das mencionadas espécies: