O Rio São Francisco é uma das grandes bacias hidrográficas do Brasil e está localizada no Estado de Minas Gerais que é considerado a “caixa da água do Brasil” devido aos recursos hídricos e represas existentes no local. Por tal motivo a pesca em Minas Gerais é muito praticada. Segue algumas dicas sobre pescaria noturna de dourados no Rio São Francisco.

Pesque alguns mandis de aproximadamente 10 cm a 20 cm. O mandi é um peixe de couro que possui três ferrões muito perigosos, sendo que um deles fica localizado nas costas e os outros dois nas laterais. Além disso, ele emite um barulho ou uma espécie de ronco na água (alguns chamam de mandi chorão) que acaba chamando a atenção dos dourados.

Somente os mandis que emitem som devem ser iscados. Muito cuidado com os ferrões do mandi, eles não devem ser quebrados.

 

 

Utilize varas reforçadas com capacidade de suportar entre 20 a 40 libras, uma linha de 50 a 60 milímetros, um anzol 5/0 ou 6/0 e um molinete ou carretilha com capacidade de pelo menos 100 metros da mencionada medida de linha.

É muito importante utilizar um encastroamento de aproximadamente 30 centímetros, pois o dourado possui dentes afiados e costuma a saltar fora da água, vindo a cortar a linha.

Não é necessário utilizar chumbadas, pois como a pescaria deverá ocorrer em um local com de correnteza ela mesma se encarregará de descer a isca.

Arremesse o mandi o mais longe possível e continue soltando a linha até atingir aproximadamente uns 50 metros e aguarde a “puxada do dourado”.

Para fisgá-lo é necessário dar um forte golpe na vara, pois ele possui uma boca bastante rígida. É recomendável confirmar a fisgada mais de uma vez.

O horário recomendado da pesca noturna de dourados é entre as 19:00 as 00:00.