Para aqueles que pretendem realizar uma grande pesca no pantanal veja a seguir algumas dicas.

Primeiramente as iscas naturais mais utilizadas são as tuviras e as iscas brancas (piau três pintas, lambari, sardinha etc) que devem estar vivas.

O minhocuçu também é excelente para diversos peixes de couro ou de escamas e possui uma eficácia ainda melhor em águas limpas.

Os caranguejos, caramujos e frutinhas como coquinho são excelentes para pesca de pacu e piauçu.

Com relação ao material de pesca é aconselhável utilizar uma vara de fibra de carbono por ser leve e resistente. Entretanto algumas outras varas também podem ser usadas desde que resistam no mínimo uma média de 25/40 libras.

Alguns pescadores costuma a utilizar as linhas de multifilamentos, mas como os peixes fisgados possuem o hábito de correr para baixo de troncos ou pedras é necessário fazer uma emenda ou “líder” com uma linha de monofilamento grossa ou de flurcarbono carbono nos primeiros metros.

A carretilha ou molinete deve ter capacidade para no mínimo 100/130 metros da linha utilizada.

Os anzóis utilizados variam entre o 4/0 até o 8/0, pois dependem do tipo de peixe que o pescador deseja capturar.

 

 

Quanto ao uso das chumbadas geralmente são indicadas para os peixes de couro. As iscas naturais para dourado e outros predadores podem ser arremessadas sem o chumbo.

O chumbo indicado para a pesca dos pintados, jaus e cacharas variam entre 15 a 60 gramas dependendo da correnteza.

O uso do encastroamento é muito importante, pois devido à grande quantidade de piranhas a linha pode ser cortada logo ao cair na água.

Confira algumas imagens: