Dentre as diversas espécies de peixes que são encontrados nos rios e represas do nosso país, o Piau pode ser uma boa opção de pesca, pois além de ser um peixe bastante comum ele também proporcionas ótimas “brigas” e emoções para o pescador. Confira logo mais adiante algumas informações sobre pescaria de Piaudicas.

Os Piaus são peixes de escamas, possuem o corpo alongado, boca pequena e os dois ou três dentes da frente incisivos, muito afiados e resistentes.

A coloração do peixe é prata e com tons amarelados. Alguns possuem cerca de oito a nove faixas ou listras escuras transversais sobre o corpo.

Algumas espécies de Piau como o “três pintas” (que possui três pintas no corpo), não ultrapassam o tamanho de 30 cm. Já algumas espécies como o Piauçu podem alcançar 60 cm.

Os Piaus são espécies onívoras com uma tendência à carnes, consumindo principalmente invertebrados e insetos que são encontrados às margens dos rios e represas.

Para a pesca de Piau não é recomendado utilizar o castroamento, castor, empate, líder, etc.

Embora possua dentes afiados que podem cortar a linha facilmente, o uso dos mencionados castores acabam espantando o peixe.

O anzol também não pode ser muito grande, pois os Piaus possuem a boca proporcionalmente pequena.

As iscas naturais mais eficazes são: insetos, minhoca, milho, caramujos sem casca, caranguejo e camarão.

 

 

Os queijos e  as massas de pesca também são bastante eficazes na pesca do Piau.

Como o Piau é um peixe bem arisco deve-se fazer bastante silêncio durante a pesca, pois caso contrário, caso o piau perceba a presença de pessoas ou movimentações, ele desaparecerá do local.

O uso de cevas de milho pode auxiliar bastante na pesca, pois geralmente os cardumes de Piaus nadam pelo rio em busca de alimento.