A Tilápia é um peixe que pode ser encontrado em quase todas as regiões do nosso país devido a sua fácil adaptação em açudes, rios, lagos, tanques etc. Confira adiante algumas informações sobre pescaria de Tilápiadicas.

A Tilápia pertence à família dos ciclídeos de água doce e são peixes nativos da África, mas que foram introduzidos e se adaptaram em diversos locais da América do Norte e América do Sul.

No Brasil, é considerado uma das principais espécies de peixes da pesca artesanal, principalmente nos Estados de Minas Gerais e Rio Grande do Norte.

As Tilápias possuem muita sensibilidade em seus instintos e por tal motivo são peixes que requerem uma certa técnica do pescador. A visão da Tilápia é muito boa, pois ela consegue enxergar o pescador a metros de distância.

Do mesmo modo, as linhas que equipam as varas ou molinetes e carretilhas devem ser finas, com no máximo 0,30 milímetros.

Os anzóis devem ficar totalmente cobertos com a isca e jamais deve ser usado algum tipo de encastroador, castor, etc.

 

 

Sendo possível arremessar se a utilização de chumbadas, elas devem ser evitadas para não espantarem os peixes ao cair na água.

As Tilápias pequenas não são tão ariscas como as maiores, por isso elas são mais fáceis de serem pescadas.

Os equipamentos para pesca de Tilápia mais utilizados são os de porte leve ou médio.

As iscas podem ser variadas: minhoca, milho, massas, ração para peixe, insetos, filé de peixe, peixes pequenos, folhas, etc.

As Tilápias podem ser pescadas tanto na superfície, meia água ou fundo.