O Imposto Predial e Territorial Urbano ou IPTU é devido por todos os proprietários de imóveis ou terrenos municipais urbanos. Anualmente as prefeituras dos municípios emitem o carnê para a cobrança do imposto que deve ser pago em parcela única ou mensal. Entretanto, caso ocorra o extravio ou perda do carnê ou talão de arrecadação do imposto é necessário providenciar a segunda via do IPTU – saiba como obter.

Para pagar o carnê ou talão do imposto predial e territorial urbano basta dirigir-se a um estabelecimento bancário ou nas agencias situadas nas respectivas prefeituras de cada município.

O não pagamento do IPTU implica na inscrição do nome do devedor na dívida ativa do município de onde se localiza o imóvel em débito.

Além da inscrição do nome do devedor na dívida ativa a procuradoria do município ingressará com uma ação de execução fiscal, podendo ao final resultar na penhora dos bens ou perda do patrimônio da parte executada na ação, que no caso é o devedor do IPTU.

 

 

Por tal motivo é de suma importância manter o pagamento do imposto em dia, pois o valor arrecadado é utilizado para trazer melhoras e manutenções ao município.

Caso ocorra a perda ou extravio do carnê do IPTU basta se dirigir até o setor fiscal da prefeitura e solicitar a segunda via. Alguns municípios disponibilizam tal serviço pela internet, possibilitando a impressão do boleto imediatamente.

Para isso basta acessar o site do seu município e realizar a busca da “2ª via IPTU”. Observe o exemplo da Prefeitura do Município de São Paulo: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/financas/servicos/iptu/index.php?p=2452.